Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Presidente do Corinthians confirma venda de Jadson

Meia jogará no time de Vanderlei Luxemburgo na China

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

16 de dezembro de 2015 | 07h00

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, confirmou a venda de Jadson para o Tiajin Quanjian. O time disputa a Segunda Divisão do Campeonato Chinês e é treinado por Vanderlei Luxemburgo.

“Não teve nem negociação. O Jadson aceitou a proposta, optou por ir e o clube chinês vai pagar a multa rescisória. Os papéis já estão tramitando”, disse o dirigente ao Estado.

O valor da multa de Jadson é de 5 milhões de euros (R$ 21 milhões). O Corinthians tem direito a 30% (R$ 6,3 milhões). O restante pertence a Jadson e seus empresários. O meia deve receber R$ 4 milhões na transferência e cerca de R$ 1,2 milhão de salário por mês.

A intenção do presidente Roberto de Andrade não era negociar Jadson agora e gostaria de contar com meia pelo menos até o final da Libertadores. No início do ano, o meia chegou a recusar uma proposta do Jiangsu Sainty, também da China.

"Quando o clube aceita pagar a multa, você não tem defesa. Naquela situação, ele não quis ir e permaneceu. Hoje, a situação é diferente e ele optou por ir. Então, não tem o que fazer", lamentou Andrade.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.