Maurício Dueñas/Efe
Maurício Dueñas/Efe

Presidente do Corinthians evita falar em demissão do técnico Tite

'O Tite errou, como todo mundo errou, como eu também errei', discursa Andrés Sanchez

Jornal da Tarde

03 de fevereiro de 2011 | 00h31

IBAGUÉ - O presidente Andrés Sanchez evitou nesta quarta-feira falar em demissão do técnico Tite do Corinthians, que perdeu nesta quarta-feira seu primeiro (e mais importante) jogo - 2 a 0 para o Deportes Tolima, pela primeira fase da Copa Libertadores 2011.

"O Tite errou, como todo mundo errou, como eu também errei. Ele continua trabalhando normalmente", garantiu, em entrevista coletiva no vestiário do Estádio Manuel Murillo Toro, em Ibagué, na Colômbia.

Sanchez admitiu que já espera por problemas na volta do time ao Brasil, especialmente nos próximos dias, com a eliminação. Só fez desde já um apelo: "Espero que a torcida, que vai protestar, faça isso sem violência."

O Corinthians chega ao Brasil nesta quinta-feira via Campinas, e o grupo de jogadores folga. Treinos só na sexta-feira, em preparação para o clássico contra o Palmeiras, no domingo, no Pacaembu, pelo Campeonato Paulista.

Veja também:

link Ronaldo reclama de gramado e lamenta eliminação do Corinthians

link Corinthians perde para o Tolima e está fora da Copa Libertadores 2011

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.