Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Presidente do Corinthians indica saída de Romero: 'Não quer renovar'

Andrés Sanchéz afirma que atacante paraguaio tem recusado as propostas do clube por um novo vínculo

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de fevereiro de 2019 | 11h21

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, disse nesta sexta-feira que o atacante Romero não deve continuar no clube por muito tempo. Em entrevista ao canal SporTV, o dirigente afirmou que o jogador paraguaio não tem o interesse de renovar o atual contrato. Como o vínculo atual termina em julho, a tendência é ele se transferir para outra equipe depois desse período.

"O Romero não quer renovar. Porque é um direito dele", disse o presidente do Corinthians, que defendeu o Romero de possíveis críticas da críticas da torcida pela opção de não renovar. "Não tem que chamar ele (Romero) de mercenário, não tem que ficar bravo com ele, não tem que nada", comentou. O paraguaio tem 26 anos e está no Corinthians desde 2014.

O impasse contratual fez o Corinthians afastar Romero neste início de ano. O técnico Fábio Carille não utilizou o jogador nenhuma vez. A diretoria entende ter feito vários esforços para conseguir a renovação, mas neste momento sinaliza que deve desistir. A tendência agora é o paraguaio cumprir o contrato até julho e depois se transferir para outro time, sem custos.

Andrés comentou ainda que no caso de Romero, não se deve culpar os empresários do atacante pela impasse. "O Bruno Paiva (empresário do atacante) é complicado mesmo. Mas nessa negociação do Romero ele não tem culpa. Desde o primeiro dia que ele virou o empresário do Romero, eu falei: 'não pago comissão'. Por quê? Porque estou há um ano negociando com o jogador, faltam seis meses, ele vira o empresário e eu vou pagar comissão?", afirmou.

Para Entender

Guia do Paulistão 2019: tudo o que você precisa saber sobre a competição

Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo vão iniciar competição com menos de três semanas de pré-temporada

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.