Rafael Arbex|Estadão
Rafael Arbex|Estadão

Presidente do Corinthians ironiza rival: 'R$ 100 milhões e não ganhou nada'

Roberto de Andrade não cita o nome, mas fala sobre o fato do Palmeiras passar o ano em branco

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

12 Novembro 2017 | 11h00

O presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, ironizou o Palmeiras ao responder sobre a montagem do elenco corintiano e lembrou os valores gastos pelo rival para comparar a situação das duas equipes. Sem citar o nome do adversário, o dirigente ironizou.

+ Corinthians pode ser campeão na quarta antes mesmo de entrar em campo

“Teve time que gastou R$ 100 milhões e não ganhou nada. Eu não gastei. Então, estou à frente”, disse Roberto de Andrade. O Palmeiras, com a ajuda da patrocinadora Crefisa, investiu R$ 116,9 milhões em reforços nesta temporada e não conquistou nenhuma taça.

Em relação à possibilidade do Corinthians sofrer uma nova debandada, como ocorreu em 2015, o dirigente mais uma vez usou da ironia para minimizar a situação. “Não vamos jogar com dez jogadores por falta de atletas. Se sair alguém virá outro jogador. Pode ficar tranquilo”, respondeu.

O lateral-esquerdo Guilherme Arana é um dos titulares mais cotados para deixar o clube ao final da temporada. Outros jogadores também tiveram seus nomes sondados por times do exterior e a diretoria alvinegra decidiu segurar os principais atletas na abertura da janela de transferências, no meio do ano, visando a disputa pelo título. 

 

Mais conteúdo sobre:
Corinthians Roberto de Andrade Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.