Presidente do Cruzeiro admite mudanças no elenco

'O grupo está grande e vamos diminuí-lo em cerca de cinco jogadores', afirma Zezé Perrella

AE, Agência Estado

20 de abril de 2010 | 22h12

O presidente do Cruzeiro, Zezé Perrella, admitiu nesta terça-feira que o elenco deverá sofrer mudanças nos próximos dias. Ele revelou que o grupo está muito grande e que até cinco jogadores podem deixar o clube antes do início do Brasileirão, em maio. Mas evitou dar nomes.

Zezé Perrella, no entanto, garantiu que as mudanças no elenco não têm relação com a eliminação do Cruzeiro no Campeonato Mineiro, após derrota para o Ipatinga na semifinal. Segundo ele, a diminuição do grupo já fazia parte do planejamento para a temporada.

"Não vou fazer nenhum tipo de loucura porque perdi o Campeonato Mineiro. O que estamos pensando é o seguinte: o grupo está grande e vamos diminuí-lo em cerca de cinco jogadores. Aí você faz uma economia e busca dois ou três jogadores mais qualificados para o restante da Libertadores e o Campeonato Brasileiro. Esse é o projeto desde o primeiro momento. Não é caça às bruxas", disse Zezé Perrella.

Diante disso, ele promete se reunir nesta quinta-feira com o técnico Adilson Batista para definir as eventuais mudanças no grupo. A ideia é emprestar aqueles jogadores que não estão sendo aproveitados no time do Cruzeiro.

Em compensação, Zezé Perrella admite a possibilidade de contratar reforços para a fase final da Libertadores e o início do Brasileirão. "Se aparecerem bons nomes, que nos atendam, nós vamos trazer. Não estamos é correndo atrás neste momento. Pode ser que a gente contrate, mas não estamos correndo atrás", explicou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.