Presidente do Fla dá dura em elenco

As críticas do zagueiro Júnior Baiano em relação à crise política do Flamengo, a qual chamou de "palhaçada", entre os dirigentes amadores e profissionais do Fla-Futebol não repercutiu bem entre a diretoria. O presidente Márcio Braga se irritou e decidiu conversar nesta quarta pela manhã com o elenco no centro do campo, na Gávea. O presidente usou boa parte dos 30 minutos da reunião para advertir Júnior Baiano, que não quis falar com os jornalistas. "No momento em que se fala em palhaçada, se fala em esculhambação. Parece até que não há comando no clube, o que não acontece no Flamengo. Quem manda em tudo por aqui sou eu", declarou Márcio Braga, que prometeu ficar mais próximo ao futebol rubro-negro nas próximas 11 restantes rodadas do Campeonato Brasileiro. O time carioca luta para não ser rebaixado - ocupa a 20ª posição, com 38 pontos em 35 jogos.Política - Após a reunião com os jogadores, Márcio Braga anunciou que o ex-presidente Hélio Ferraz ocupará apenas o cargo de gestor de projetos especiais, cuja missão é a de mediar a aprovação da empresa Fla-Futebol S.A. entre os conselheiros e beneméritos. Paulo Dantas vai permanecer como vice-presidente de Futebol.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.