Ricardo Moraes/ Reuters
Ricardo Moraes/ Reuters

Presidente do Fla exalta transmissão própria: 'Mostramos esta final na China'

Finalíssima do Campeonato Carioca teve exibição nacional pelo SBT, mas o clube também mostrou a partida em suas redes sociais

Redação, Estadao Conteudo

16 de julho de 2020 | 00h28

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, voltou a defender a Medida Provisória 984/2020, do governo federal, nesta quarta-feira, após a conquista do bicampeonato estadual. A finalíssima do Campeonato Carioca teve transmissão nacional pelo SBT, mas o clube também fez a exibição da partida em suas redes sociais.

"É uma conquista não só do Flamengo como de outros clubes do futebol brasileiro. Nós mostramos esta final na China, além de usar o Facebook com a Fla TV para mostrar o Flamengo nos quatro cantos do mundo", declarou o presidente do Fla.

Ele enalteceu a MP, que concede ao time mandante o direito de transmissão da partida - anteriormente, o direito da transmissão era dividido entre os dois clubes envolvidos em cada jogo. "Esta MP trouxe uma grande chance dos clubes para buscarem outros caminhos e novas receitas", afirmou.

Sobre o título, Landim comemorou o bicampeonato, mas não escondeu a frustração pelas circunstâncias inéditas desta conquista, com o Maracanã vazio, sem a presença dos torcedores. "A nossa torcida é muito grande e deve estar orgulhosa por este bicampeonato. E com duas vitórias na final. É uma pena esta pandemia, porque o Maracanã estaria lotado e viveria uma noite de muita festa", lamentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.