Presidente do Fla tem vitória no STF

O presidente do Flamengo, Edmundo Santos Silva, conseguiu garantir no Supremo Tribunal Federal (STF) o direito de não responder a perguntas que possam incriminá-lo durante o depoimento que prestará aos senadores que integram a CPI do Futebol, no próximo dia 16. O ministro Sydney Sanches concedeu uma liminar assegurando o direito do dirigente não se auto-incriminar durante o depoimento.Pela decisão de Sanches, o presidente do Flamengo poderá se recusar a responder perguntas sem correr o risco de ser preso ou ameaçado de prisão. De acordo com o despacho do ministro do STF, Edmundo Silva deverá prestar depoimento na condição de testemunha, sob o compromisso de dizer a verdade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.