Mailson Santana / Fluminense FC
Mailson Santana / Fluminense FC

Presidente do Fluminense anuncia 2 vices para começar a recompor Conselho Diretor

O executivo Marco Aurélio Guerreiro e o advogado Daniel Kalume foram nomeados por Pedro Abad nesta terça-feira

Estadão Conteúdo

11 Julho 2018 | 00h15

O presidente do Fluminense, Pedro Abad, anunciou nesta terça-feira dois nomes para iniciar a recomposição do seu Conselho Diretor. Em maio, cinco dos 11 vice-presidentes do clube renunciaram ao Conselho porque faziam parte de grupo que rompera com a gestão do presidente.

+ Torcedores do Fluminense tentam invadir sede do clube durante reunião

+ Gilberto aposta em Fluminense fortalecido após pausa para a Copa do Mundo

+ Marcelo Oliveira comanda 1º treino com todos os jogadores de linha no Fluminense

Marco Aurélio Guerreiro e Daniel Kalume foram nomeados para ocuparem os cargos de vice-presidente financeiro e vice-presidente de Interesses Legais, respectivamente. A nomeação ainda precisará ser submetida à homologação do Conselho Deliberativo.

Guerreiro tem experiência em atuar como executivo financeiro na reestruturação e profissionalização de empresas nacionais e também multinacionais de médio e grande porte, de acordo com informações veiculadas pelo Fluminense. E Kalume é um advogado com experiência em área fiscal, estruturação de negócios e incorporação imobiliária.

Após as nomeações, ainda pendentes de confirmação, Abad ainda precisa definir nomes para outros três cargos de vice: vice-presidente geral do clube, vice-presidente de marketing, publicidade e relações externas e vice-presidente de governança.

Todos os cinco vice-presidentes que haviam renunciado são ligados à coalizão Unido e Forte, que rompeu com a administração de Abad em abril. Com o rompimento, aqueles que integravam a gestão do presidente ficaram livres para seguirem ou não na administração.

Na ocasião, Abad evitou polemizar sobre a saída do grupo e disse que se esforçaria para evitar novos episódios de instabilidade em sua gestão. "O presidente respeita a decisão dos VPs e faz questão de garantir que não medirá esforços para impedir que a instabilidade política prejudique o trabalho da diretoria em busca do fortalecimento do clube", afirmara o presidente.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Pedro Abad Fluminense futebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.