Presidente do Flu nega premiação por fuga do descenso

O presidente do Fluminense, Roberto Horcades, negou nesta terça-feira que o clube daria uma premiação aos jogadores caso a equipe consiga escapar do rebaixamento à Série B no Brasileirão. Com o clube carioca na 17.ª posição, somando 31 pontos, o time parece finalmente ter reagido e conquistou quatro dos seis pontos disputados fora de casa nas últimas rodadas."Isso não tem cabimento, dar premiação para fugir do rebaixamento, que é uma obrigação dos jogadores. Premia-se quando se conquista alguma coisa, o que não é o caso. É um absurdo essa notícia, uma invenção da imprensa", disse Horcades. Na próxima rodada, o Fluminense tem um confronto difícil, contra o terceiro colocado Palmeiras, sábado, no Maracanã. TREINADOR TRANQÜILO - Apesar de ainda não ter comandado o Fluminense diante de sua torcida, o técnico René Simões negou estar ansioso para o jogo de sábado. Por enquanto, ele esteve à frente do clube carioca em duas partidas, contra Atlético-PR e Vitória, ambas fora de casa. "Estou muito tranqüilo. Não tem nervosismo pois já comandei o time duas vezes", afirmou.Apesar de demonstrar tranqüilidade, René Simões se preocupa com a qualidade do adversário, que já liderou o Brasileirão por duas rodadas. "Precisaremos jogar melhor do que jogamos contra o Vitória se quisermos derrotar o Palmeiras. É preciso continuar com a evolução. Teremos de fazer o jogo de nossas vidas", disse o treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.