Presidente do Genoa nega intenção de negociar Milito

O presidente do Genoa, Enrico Preziosi, afirmou nesta segunda-feira que não pretende negociar o argentino Diego Milito, artilheiro do Campeonato Italiano com 12 gols, ao lado de Marco Di Vaio, do Bologna, e Alberto Gilardino, da Fiorentina."Milito ficará no Genoa, não existe nenhum acordo para vendê-lo. Ele é um jogador que está bem na equipe, e por isso não há negociação por ele", afirmou o dirigente. Inter de Milão, Juventus e Real Madrid estão de olho no atleta.Para ter o argentino, o clube italiano pagou 12 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões) ao Zaragoza, da Espanha. "Agora, não vendo nem por 30 milhões de euros", disse Preziosi.O dirigente foi ainda mais enfático ao falar de possibilidades de troca do atleta. "Não trocaria nem se a Inter oferecesse Esteban Cambiasso, Mario Balotelli e Victor Obinna", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.