Diego Vara/Reuters
Diego Vara/Reuters

Presidente do Godoy Cruz diz que time pode surpreender Palmeiras na Libertadores

Time argentino aposta na experiência do time, que há dois anos também chegou ao mata-mata da competição

Redação, O Estado de S. Paulo

14 de maio de 2019 | 15h13

O presidente do Godoy Cruz, José Mansur, afirmou nesta segunda-feira que confia na possibilidade de o time surpreender o Palmeiras nas oitavas de final da Copa Libertadores, em julho. O dirigente argentino avalia que a equipe está preparada e mais experiente depois de em 2017 ter participado também do mata-mata da competição e quase ter chegado às quartas de final.

"Será um jogo complexo, difícil. Mas tudo agrega para a experiência que estamos levando para nossa instituição. Isso nos faz crescer", disse Mansur em entrevista ao canal TyC. O dirigente disse que em 2017 o clube esteve perto de conseguir tirar nas oitavas de final o Grêmio, que pouco depois se tornou campeão da competição. A experiência acumulada naquela ocasião serve de auxílio ao time.

"Essa espécie de jogo se pode brigar. Nas oitavas de final que jogamos anteriormente com Grêmio consideramos que era impossível e depois estivemos muito perto (de se classificar). Vamos nos preparar para brigar", afirmou Mansur. Na fase de grupos o Godoy Cruz superou Universidad Concepción, do Chile, e Sporting Cristal, do Peru, para ficar com a segunda vaga. O líder da chave foi o Olímpia, do Paraguai.

A equipe argentina vai encontrar o Palmeiras no dias 23 e 30 de julho. O presidente do Godoy Cruz contou que pretende avaliar a contratação de possíveis reforços. "Para nossa forma de ser, vamos manter a maioria do elenco. Obviamente vamos tentar de nos reforçar também", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.