Franck Fife/AFP
Franck Fife/AFP

Presidente do Grêmio, sobre Cavani: 'De repente surge uma química'

Romildo Bolzan diz que atacante uruguaio ficou impactado com a repercussão sobre a sondagem

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de setembro de 2020 | 00h15

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan, disse que o atacante uruguaio Edinson Cavani ficou "impactado" com a repercussão da sondagem. O dirigente confirmou que chegou a consultar a situação de Cavani, que está sem clube após o término de contrato com o Paris Saint-Germain.

"Ele (representante de Cavani) não fez proposta. Mas na vida, se não conversa, nada sabe. De repente surge uma química, uma coisa diferente, aquela empatia, um desejo, e aí de repente ele vem. Porque o representante dele disse: 'olha, ele está completamente impactado com a repercussão em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul e no país, também no continente sul-americano. Mas por enquanto é só impacto, conversa não tem nenhuma', disse Bolzan, em entrevista ao programa Hora do Consular, para torcedores do clube.

Bolzan reforçou a dificuldade de competir com clubes europeus. No entanto, ele afirmou ainda sonhar com Cavani por causa da "vontade" do jogador. Aos 33 anos, Cavani pode ficar atraído pela possibilidade de morar em Porto Alegre, mais perto de seus familiares que vivem no Uruguai.

"Racionalmente, se fosse em condições normais, a gente não teria a mínima expectativa de contar com esse jogador, porque se ele quiser jogar na Europa, vai ter propostas mil vezes maior que aquelas que um time sul-americano e brasileiro podem oferecer. Agora, se tiver na cabeça dele, na ideia dele, na vontade dele, de fazer um projeto que fique próximo a sua casa, próximo aos seus negócios e próximo do Uruguai, creio que aí ele poderá sentar conosco. Eu tenho essa expectativa, que ele tenha esse sentimento e que possa conversar conosco mais um pouquinho", afirmou Bolzan.

Cavani está livre no mercado desde o término de seu contrato com o Paris Saint-Germain, em junho. Até o momento, três clubes europeus manifestaram interesse no jogador. São eles, a Juventus, da Itália, o Atlético de Madrid, da Espanha, e o Benfica, de Portugal.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioEdinson Cavani

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.