Daniel Aguilar/EFE
Daniel Aguilar/EFE

Presidente do México confia em conquista do título no Brasil

Enrique Peña disse que brasileiros foram campeões em seu país em 70 e agora tem de ser o contrário

AE, Agência Estado

27 de maio de 2014 | 20h59

CIDADE DO MÉXICO - A seleção mexicana de futebol visitou nesta terça-feira o presidente Enrique Peña Nieto. O mandatário presenteou o grupo com uma bandeira do país. Os jogadores, em contrapartida, deram uma camisa com o número 1 e o nome do presidente nas costas. Peña Nieto reconheceu a dificuldade da classificação para a Copa do Mundo dizendo que a equipe teve que se entregar de corpo e alma em campo.

"O Brasil ganhou em 1970 no México, agora é a vez do México ganhar no Brasil em 2014", disse o presidente no ato que aconteceu no Palácio Nacional. "Lembrem-se que atrás de vocês está toda uma nação acompanhando em todo momento", falou aos atletas.

O capitão Rafa Márquez, que já atuou pelo Barcelona, prometeu que a equipe vai suar até a última gota e que o time vai deixar o coração em campo. "Estou seguro que cada um de nós sonhamos em levantar a taça", garantiu o zagueiro. O técnico Miguel Herrera disse que o objetivo mínimo de sua equipe é chegar às quartas de final.

Segundo adversário do Brasil na Copa, os mexicanos estreiam contra Camarões no dia 13 de junho, na Arena das Dunas, em Natal. Depois do jogo contra o Brasil na Arena Castelão, em Fortaleza, no dia 17, o México fecha a primeira fase contra a Croácia na Arena Pernambuco, no Recife, no dia 23.

A vida do México não será fácil mesmo. Se passar para as oitavas de final, pega o segundo colocado do Grupo B - provavelmente Espanha ou Holanda.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.