Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Juan Medina/Reuters
Juan Medina/Reuters

Presidente do Real Madrid critica Casillas e Raúl em áudios vazados; dirigente acusa jornalista

Áudios divulgados pelo jornal "El Confidencial" datam de 2006 e revelam insatisfação de Florentino Pérez com desempenhos de goleiro e atacante

Redação, O Estado de S.Paulo

13 de julho de 2021 | 13h12

O presidente do Real Madrid, Florentino Pérez, teve áudios antigos divulgados nesta terça-feira pelo jornal espanhol El Confidencial. Neles, o mandatário merengue critica ídolos do clube, como o ex-goleiro Iker Casillas e o ex-atacante Raúl González, quando ainda atuavam pela equipe da capital espanhola. Os áudios datam de 2006. Florentino Pérez faz críticas ao desempenho de Iker Casillas sob a meta da equipe merengue e diz que Raúl não traz retornos financeiros relevantes como outros craques daquela geração, como Ronaldo e Zidane.

"Casillas não é goleiro para o Madrid, o que você quer que eu diga? Não é, nunca foi. Foi um grande fracasso que tivemos. Um dos grandes golpes, o segundo é Raúl. Quando tivemos que jogar contra o Barcelona pelo título da Liga. Casillas chegou atrasado, eu não podia acreditar, ele estava conversando com a namorada. Uma piada. Ele é um cachorrinho de estimação", afirmou à época o dirigente, que também afirmou que Raúl estava destruindo o clube.

"Beckham é um cara bom, muito esperto também. Ele traz 30 milhões (de euros) por ano, Ronaldo também, Zidane traz 25 milhões. E tem o Raúl, que não vende nada, nem mesmo uma camisa, ele não tem valor de mídia. Raúl é ruim para o clube, ele acredita que o Madrid é dele e usa tudo o que está nele para o seu benefício. Ele está sendo uma figura negativa, ele está destruindo o Madrid", finaliza um dos áudios.

O Real Madrid, em nome do presidente Florentino Pérez, divulgou uma nota em que acusa o jornalista José Antonio Abellán de ter gravado essas conversas e tentar vendê-las há muitos anos. O mandatário afirma que irá procurar seus advogados para tomar as medidas cabíveis, alega que as falas estão descontextualizadas e diz entender que a divulgação dos áudios é uma respostas à sua participação na fundação da Superliga.

Florentino Pérez começou sua trajetória pelo Real Madrid em 2000. O primeiro período durou até 2006, quando renunciou. Nesses anos, formou um grande elenco, conhecido como "galácticos". Ronaldo, Zinedine Zidane, Luís Figo e David Beckham eram algumas das estrelas da equipe, que apesar da fama, conquistou apenas dois Campeonato Espanhóis e uma Liga dos Campeões no período.

Mais tarde, em 2009, Florentino Pérez retorna à presidência do clube, onde permanece até hoje. Com a contratação bombástica de Cristiano Ronaldo, o Real Madrid voltou ao patamar antes desejado e obteve o êxito futebolístico esperado no início do século. São três Campeonatos Espanhóis, quatro Ligas dos Campeões e outros quatro Mundiais de Clubes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.