Presidente do Real Madrid defende Benítez e descarta volta de Mourinho

O Real Madrid não tem a intenção de substituir o técnico Rafa Benítez por José Mourinho, que deixou o Chelsea, assegurou o presidente Florentino Pérez. Em uma entrevista para uma rádio espanhola, Florentino não descartou contratar Mourinho novamente, mas reiterou que "Benítez não é o problema, ele é a solução".

Estadão Conteúdo

18 de dezembro de 2015 | 10h25

Mourinho encerrou a sua segunda passagem pelo Chelsea na última quinta-feira, diante da campanha ruim da equipe no Campeonato Inglês. O português foi o treinador do Real Madrid entre 2010 e 2013, sendo campeão da Copa do Rei em 2011 e do Campeonato Espanhol em 2012.

"Ninguém pode saber o futuro, mas agora ele não virá para o Madrid", disse Florentino para a Cadena SER. "Eu tenho boas lembranças de Mourinho, ele nos ajudou a elevar o nosso nível. Não foi um momento ruim para nós. Com ele no comando nós voltamos para onde pertencíamos".

O Real está em crise desde a derrota por 4 a 0 em casa para o Barcelona e uma embaraçosa eliminação na Copa del Rei pela utilização de um jogador inelegível em

uma partida contra o Cádiz, da terceira divisão.

A pressão sobre Benítez aumentou após a derrota da equipe por 1 a 0 para o Villarreal pelo Campeonato Espanhol último fim de semana, um resultado que manteve o Real distante dos primeiros colocados Barcelona e Atlético de Madrid.

Outro revés no próximo domingo contra o Rayo Vallecano poderia significar o fim

da linha para o treinador, mesmo que ele tenha o apoio do presidente. "Não é verdade que os jogadores não se dão bem com Benítez", disse. "Eu falo com eles. Não há jogadores que querem que ele seja demitido".

Até Mourinho tornar-se disponível na quinta-feira, o ex-jogador Zinedine Zidane era apontado como favorito a suceder Benítez. Florentino garantiu, porém, que isso não vai ocorrer. "Eu gosto do Zidane, ele vai ser um grande treinador para o Madrid. Mas não agora", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.