Presidente do Real Madrid diz que clube não venderá Robinho

O presidente do Real Madrid, Ramón Calderón, afirmou que o clube espanhol não venderá o atacante Robinho, que tem esquentado o banco de reservas nas últimas partidas da equipe pelo Campeonato Espanhol."Queremos que Robinho siga conosco por muitos anos, não vamos vendê-lo de jeito nenhum", disse o dirigente, que participou na última terça-feira, no Panamá, de um encontro ibero-americano de escolas esportivas de integração social patrocinadas pelo Real."Robinho é o futuro de nosso clube. Ele tem 23 anos, é um jogador excepcional e confiamos muito nele. Tenho certeza de que nosso treinador [o italiano Fábio Capello] confia muito nele também", acrescentou.Calderón disse acreditar que o brasileiro jogará mais no futuro devido ao bom desempenho apresentado nas últimas partidas. O presidente ainda revelou que num curto prazo Robinho poderá passar à lista dos cinco melhores do mundo.No último domingo, Robinho foi o principal destaque do Real na vitória sobre o Gimnàstic, por 2 a 0, pelo Campeonato Espanhol. Sua atuação foi muito elogiada pela imprensa espanhola.Capello mantidoCalderón também aproveitou para descartar a saída de Fabio Capello, muito criticado pela torcida. "Até que não termine a temporada, em junho, não vamos cogitar nenhum tipo de mudança", afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.