Juan Medina / Reuters
Juan Medina / Reuters

Presidente do River Plate confirma que Gallardo seguirá como técnico do time

Time irá de Madri diretamente para Abu Dabi, onde será jogado Mundial de Clubes

Estadão Conteúdo

10 de dezembro de 2018 | 13h46

Um dia depois de conquistar o título da Copa Libertadores sobre o seu maior rival, em Madri, na Espanha, o River Plate já tem de pensar adiante. Isso é o que disse o presidente do clube, Rodolfo D´Onofrio, que confirmou nesta segunda-feira que o técnico Marcelo Gallardo seguirá no comando da equipe de Buenos Aires, agora tetracampeã da competição continental.

"Gallardo vai continuar com seu trabalho. Desfrutamos deste dia, mas sabemos que amanhã (terça-feira) temos que seguir e depois voltar à Argentina e seguir trabalhando porque aqui se festeja, mas daqui dois, três dias já tem que pensar como o projeto será levado", disse o dirigente, nesta segunda, em entrevista à rádio argentina La Red.

Com a vitória por 3 a 1 sobre o Boca Juniors na prorrogação, Gallardo se tornou o primeiro técnico do River Plate a conquistar dois títulos da Libertadores - o outro foi em 2015. "Ele mostrou que tem uma enorme capacidade de liderar um grupo. Não somente sabe de futebol ou usar o esquema tático certo. Ele tem a alma de um líder", comentou D´Onofrio.

Nesta segunda-feira, a delegação do River Plate passou o dia descansando e comemorando o título da Libertadores. A viagem para Abu Dabi, nos Emirados Árabes Unidos, onde acontecerá o Mundial de Clubes da Fifa, será nesta terça.

No Oriente Médio, o clube argentino tentará ganhar o título que escapou em 2015, quando foi derrotado na final pelo Barcelona. A estreia, já nas semifinais, será no próximo dia 18, terça-feira, contra o vencedor do confronto entre Espérance, da Tunísia, e quem passar de Al Ain, time da casa, e Team Wellington, da Nova Zelândia.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.