Ivan Storti/Divulgação
Ivan Storti/Divulgação

Presidente do Santos adia viagem para apoiar time na semana da final

Modesto Roma iria a Milão para definir permanência de Robinho

Estadão Conteúdo

27 de abril de 2015 | 20h16

O presidente do Santos, Modesto Roma Júnior, decidiu adiar a viagem que faria nesta segunda-feira até Milão, onde pretendia se reunir com o Milan para negociar a permanência de Robinho na Vila Belmiro após o fim do atual contrato de empréstimo. O dirigente decidiu permanecer em Santos e apoiar a equipe na semana que antecede à final do Campeonato Paulista.

Modesto Roma havia planejado decidir nesta segunda e ficar em Milão até o fim da semana, retornando na véspera da partida decisiva, entre Santos e Palmeiras. A derrota na partida de ida, por 1 a 0, entretanto, fez crescer a pressão por uma vitória no domingo, na Vila Belmiro.

Principal jogador do elenco santista, Robinho tem contrato de empréstimo apenas até o dia 30 de junho. O atacante, que voltou à seleção brasileira, desperta o interesse de outros clubes, especialmente dos mercados dos Estados Unidos e China. Os norte-americanos buscam astros para a MLS, enquanto os chineses têm procurado atacantes no futebol brasileiro.

A manutenção da dupla de ataque é uma das prioridades da presidência do Santos. O clube já acertou as bases para a renovação com Ricardo Oliveira, artilheiro do time, que chegou com contrato curto no início do ano. A expectativa da diretoria era assinar o novo acordo nesta segunda-feira, com validade de dois anos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCPaulistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.