Marko Djurica/Reuters
Marko Djurica/Reuters

Presidente do Santos confirma contratação do uruguaio Carlos Sánchez

Jogador de 33 anos, que participou da Copa da Rússia, depende apenas dos exames médicos para assinar contrato

Estadão Conteúdo

18 de julho de 2018 | 15h54

Carlos Sánchez é o novo reforço do Santos. Nesta quarta-feira, o presidente José Carlos Peres anunciou que o clube acertou a contratação do meia uruguaio, de 33 anos, que estava no futebol mexicano e só depende da realização de exames médicos para ter a chegada oficializada.

+ Antecipação de jogo com Ceará fará Santos atuar 4 vezes seguidas como visitante

+ Costa-riquenho Bryan Ruiz sonha em fazer jus à camisa 10 de Pelé

+ Roger cita ansiedade para jogar logo e confirma Palmeiras para o clássico

"Entre o clube e o empresário do atleta está tudo fechado. O que falta é o exame médico e a assinatura do contrato", anunciou o dirigente, em entrevista coletiva, explicando que a diretoria chegou a um acordo com Sánchez, que estava desde 2016 no Monterrey.

O meia disputou a Copa do Mundo da Rússia pela seleção uruguaia e agora está em férias. Até por isso, Peres evitou apresentar maiores detalhes sobre a contratação de Sánchez, além de garantir não saber a data de chegada do jogador a Santos.

"Estamos tentando antecipar a chegada dele para os exames médicos. As férias dele terminam no domingo. Não tem mais detalhes. Agora é fazer os exames médicos", afirmou, esperando que o time consiga antecipar a chegada do uruguaio, segundo reforço que disputou a Copa a ser anunciado pelo Santos - o outro foi o meia Bryan Ruiz, da Costa Rica.

Na véspera de o Santos voltar a entrar em ação pelo Campeonato Brasileiro, Peres revelou que o Palmeiras, adversário do clube em clássico marcado para o Pacaembu, tentou "atravessar" a negociação de Sánchez. Mas explicou que o jogador uruguaio optou mesmo pelo time da Vila Belmiro, de acordo com o dirigente, que adotou um tom de provocação em relação ao rival.

"Houve uma proposta muito grande do Palmeiras quando já tínhamos acertado com o Monterrey. Quero enaltecer o jogador e o empresário dele, que foi consciente do que tínhamos combinado. O Santos é o Santos, desculpa. Na dúvida, ele vem para o clube", comentou.

Sánchez, de 33 anos, iniciou a sua carreira no uruguaio Liverpool, depois se transferindo para o futebol da Argentina, onde atuou por Godoy Cruz e River Plate, time pelo qual faturou os títulos da Copa Sul-Americana em 2014 e da Libertadores em 2015. No México, além do Monterrey, também atuou pelo Puebla. E antes do Mundial da Rússia, participou da Copa América de 2015 e da Copa América Centenário pela seleção uruguaia.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.