Ivan Storti/Santos FC
Ivan Storti/Santos FC

Presidente do Santos promete ir à CBF para liberar Rodrygo da seleção olímpica

Atacante está convocado para disputar um torneio na França, entre os dias 1.º e 15 de junho

Redação, Estadão Conteúdo

20 de maio de 2019 | 08h14

O elenco do Santos ganhou dois dias de folga após ter sido goleado pelo Palmeiras por 4 a 0 e só retomará os trabalhos na segunda-feira. Fora de campo, o presidente José Carlos Peres deve ter muito trabalho. Ele irá conversar com a CBF para não liberar o atacante Rodrygo para a seleção brasileira olímpica, que disputará um torneio na França, entre os dias 1.º e 15 de junho.

Caso Rodrygo seja cedido ao time brasileiro, ele se apresentará dia 27 e desfalcará o Santos em quatro compromissos, antecipando a sua despedida da Vila Belmiro, pois já está negociado com o Real Madrid, clube para o qual foi negociado, precisando se apresentar para a próxima temporada do futebol europeu.

O clube justifica que essa competição na França não é data Fifa e que nesse período terá jogos importantes da temporada, como o duelo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, contra o Atlético-MG, dia 6 de junho.

"Esse torneio de Toulon não é disputado em data Fifa. Não vamos ceder o Rodrygo. Estamos amparados pela lei e vamos bater o pé. Vou na terça-feira à CBF para resolver isso", disse o dirigente.

Caso não seja liberado, Rodrygo deverá fazer o seu último jogo com a camisa do Santos no domingo, quando o time vai receber o Internacional, na Vila Belmiro, em busca da reabilitação no Brasileirão após a derrota para o Palmeiras no último sábado - o atacante não participou do clássico por causa do desgaste físico.

O presidente também tentará adiar as apresentações de Felipe Aguilar, Soteldo, Cueva e Derlis González às seleções de Colômbia, Venezuela, Peru e Paraguai para a disputa da Copa América. O torneio começa em 14 de junho, mas os atletas já podem sair nesta semana.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.