Marcos de Paula/ Estadão
Marcos de Paula/ Estadão

Presidente do Santos quer repatriar Robinho, mas diz ser muito difícil

Atacante já se despediu do Guangzhou Evergrande, da China

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2015 | 19h32

O presidente do Santos, Modesto Roma Jr, admitiu interesse em repatriar Robinho, mas reconheceu que a negociação será difícil. Em entrevista ao site oficial do clube, o mandatário também falou sobre reforços para a próxima temporada e a tentativa de segurar o meia Lucas Lima, principal nome do time em 2015.

Robinho se despediu do Guangzhou Evergrande, da China, no Mundial de Clubes da Fifa. Com contrato para vencer no final do ano e sem conseguir se destacar no time dirigido por Luiz Felipe Scolari, o jogador deve mudar de clube. O presidente santista acredita que a contratação só será viável se o clube da Vila Belmiro conseguir um parceiro para arcar com os salários do atleta. "O Santos é a casa dele, e ele sabe disso. Acho muito difícil um acerto com o Robinho. Nada pode ser descartado, mas as dificuldades são muito grandes", afirmou.

Se houver acerto, esta seria a terceira passagem do jogador no clube. Revelado em 2002 para o time profissional, quando formou grande dupla com Diego na campanha do título do Campeonato Brasileiro daquele ano, Robinho teve seu primeiro retorno em 2010, quando estava no Manchester City e foi emprestado para a disputa do Campeonato Brasileiro. Em 2014, pertencia ao Milan e também foi emprestado ao time alvinegro.

Sobre o meia Lucas Lima, o presidente informou que a intenção é mantê-lo por mais uma temporada. "É um jogador muito importante no elenco santista. Claro que queremos contar com ele. Muito tem se falado por aí, mas, por enquanto, só chegou uma proposta oficial. Um clube chinês ofereceu US$ 10 milhões (R$ 40,23 milhões). Nós achamos muito pouco para um atleta do nível do Lucas Lima. Nem seguimos adiante", comentou.

Sem dinheiro para grandes investimentos, a ideia da diretoria do Santos é manter os principais atletas do elenco. "O time poderá trazer reforços pontuais para posições específicas, mas não é essa a grande preocupação. O time tem ótimos atletas em várias categorias. Veja o caso do Nicolas, de apenas 16 anos, e que deve disputar a Copa São Paulo de Futebol Júnior. Nós temos 25 jogadores no sub-23."

NOVA ARENA

Depois de ver Corinthians e Palmeiras com estádios mais modernos e arrecadações recordes no ano, o Santos também sonha com um projeto de Arena. A ideia é tentar tirar o projeto do papel em 2016 com a ajuda de parceiros.

"É um sonho de todo santista ter um estádio maior e mais confortável. A ideia é ser uma arena multiuso, com estacionamento, lojas, praça de alimentação e shows. Tudo seria divido entre Santos, Portuários e Portuguesa Santista, cada qual com a sua porcentagem. Seremos sócios."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantosModesto Roma JrRobinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.