Presidente do Santos sai em defesa do técnico Cuca

Apesar de Cuca ainda não ter vencido no comando do Santos, o presidente do clube, Marcelo Teixeira, não aceitou o pedido de demissão e defendeu o trabalho do treinador. Para o dirigente, as mudanças no elenco atrapalharam o rendimento da equipe no Campeonato Brasileiro. "Precisamos de resultados rápidos, mas não podemos cobrar que uma equipe que está em fase de reformulação tenha um padrão tático e de jogo. Isso só vem com um tempo maior de trabalho", justificou Teixeira, confiante na recuperação do Santos na competição. O presidente do Santos reiterou sua confiança em Cuca e acredita que o time vai se reabilitar nas próximas rodadas do Brasileirão. "Conhecemos o perfil do Cuca. É importante a continuidade da filosofia de trabalho que está sendo implantada". Em oito partidas sob o comando de Cuca, o Santos obteve quatro empates e quatro derrotas. O time marcou quatro gols e sofreu 13, tendo um aproveitamento pífio de 16,6% dos pontos, mantendo-se na zona de rebaixamento do Brasileirão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.