Arquivo/AE
Arquivo/AE

Presidente do São Paulo evita polêmica com CBF

'Temos certeza de que o Morumbi atenderá a todas as exigências da Fifa para ser a abertura da Copa 2014', disse Juvenal

AE, Agência Estado

01 de abril de 2010 | 01h04

O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, preferiu não polemizar com o presidente da CBF, Ricardo Teixeira, e se limitou a garantir, na noite desta quarta-feira, que o clube atenderá a todas as exigências da Fifa para sediar o jogo de abertura da Copa do Mundo de 2014 e vai entregar o projeto final do Morumbi até o dia 3 de maio, prazo estipulado pela entidade.

Veja também:

linkJOGO - Monterrey (MEX) 0x0 São Paulo 

linkRicardo Teixeira volta a criticar o projeto do Morumbi

blog BATE-PRONTO - Rogério Ceni salva

tabela LIBERTADORES - Tabelas e resultados

Teixeira criticou duramente o último projeto do estádio no início desta noite, apesar dos elogios do secretário-geral da Fifa, Jérome Valcke, no último dia 19. O presidente da CBF disse que a "proposta novamente não se enquadra no projeto que a Fifa exige", declarou em entrevista à TV Globo.

Juvenal Juvêncio, que acompanha o time do São Paulo em Monterrey, no México, divulgou nota em que lembrou o apoio demonstrado por Jérome Valcke. "Temos certeza de que o Morumbi atenderá a todas as exigências da Fifa para ser a abertura do Mundial de 2014", assegurou o dirigente.

"Estamos confiantes de que seguimos no caminho certo pelo que nos foi relatado na última reunião em Zurique, no dia 9 de fevereiro, na visita dos inspetores da Fifa ao Morumbi, em 15 de março, e na entrevista coletiva concedida em 19 de março pelo secretário-geral Jeróme Valcke, que disse claramente que o projeto do Morumbi preenchia todos os requisitos pedidos pela entidade", enumerou Juvenal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.