Iara Morselli/Estadão
Iara Morselli/Estadão

Presidente do São Paulo quer setor com torcida mista na Libertadores

Dirigente quer ver tricolores e corintianos juntos nas arquibancadas do Morumbi em clássico na última rodada da competição

O Estado de S. Paulo

24 de fevereiro de 2015 | 00h06

A ideia do Internacional de colocar torcidas mistas no clássico gaúcho do próximo domingo incentivou o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, a ter a mesma ideia para o duelo com o Corinthians, no jogo de volta da primeira fase da Copa Libertadores, dia 22 de abril, no Morumbi.

"Vou criar um espaço comunitário. Quero ver cidadão com camisa do Corinthians ao lado do cidadão com camisa do São Paulo, dentro do estádio do São Paulo, a exemplo do que fez o Inter. Precisamos dar esse exemplo", disse o dirigente, em entrevista à Rádio Bandeirantes, nesta segunda-feira à noite.

Para este domingo, o Inter vai colocar à venda dois mil ingressos para a "torcida mista", ao valor de R$ 70,00 cada. No primeiro clássico paulista da Libertadores, na Arena Corinthians, na quarta-feira passada, os torcedores do São Paulo só deixaram o estádio em Itaquera uma hora após o apito final da partida, quando o sistema de metrô já estava fora de funcionamento.

O São Paulo bancou 28 ônibus, que levaram os torcedores do centro da cidade até o estádio e os trouxeram de volta após o jogo. "Não tivemos uma briga, uma agressão. Não tivemos absolutamente nada. O apoio foi para o torcedor, independentemente de ser sócio, de ser organizado. Foi um apoio de segurança pública. Fizemos um favor ao Estado", declarou Aidar.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSão Paulo FCCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.