Alberto Saiz|AP - 03|12|2015
Alberto Saiz|AP - 03|12|2015

Presidente do Valencia pede desculpas à torcida por 'ano ruim' em 2016

Equipe chegou a flertar com o rebaixamento e terminou na 12.ª colocação do Campeonato Espanhol

Estadão Conteúdo

24 de dezembro de 2016 | 14h35

O Valencia decepcionou seu torcedor em 2016. Na segunda parte da temporada passada, sofreu quando foi comandado por Gary Neville, chegou a flertar com o rebaixamento e terminou na 12.ª colocação do Campeonato Espanhol. Já nesta primeira metade de 2016/2017, a situação é ainda pior e o time ocupa a 17.ª colocação, à beira da zona da degola.

O péssimo ano motivou o presidente do clube a pedir desculpas à torcida. Layhoon Chan, escolhido do dono Peter Lim para comandar o Valencia, divulgou vídeo em que dizia: "Tem sido um ano difícil e eu quero pedir o perdão de todos os torcedores do Valencia pelo ano ruim".

De 2015 para cá, o clube demitiu três treinadores: Nuno Espirito Santo, Gary Neville e Pako Ayesteran. Agora, sob o comando de Cesare Prandelli, segue com dificuldades. No Espanhol, foram somente três vitórias em 15 rodadas, retrospecto que o deixa fora da zona de rebaixamento somente pelo saldo de gols.

"Nós vamos continuar trabalhando para encontrar soluções. Nesta temporada, em especial, eu quero enviar uma mensagem de esperança, perseverança e confiança para o futuro", declarou Chan.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.