Presidente do Vitória enfim renuncia

Depois de várias reviravoltas, o presidente do Vitória S.A., Paulo Carneiro, anunciou nesta quarta-feira à tarde que renuncia ao cargo. O anúncio foi feito através de carta encaminhada à direção do clube. ?Apesar do meu desejo e da absoluta condição legal de permanecer à frente desta organização, compreendo que a necessidade de união de todos em torno do Vitória é absolutamente vital para superarmos esta etapa da história de um clube que tornamos vencedor?, justificou o dirigente, acusado de ser o principal responsável pelo rebaixamento da equipe para a Série C do Campeonato Brasileiro.Carneiro havia sido convencido a deixar o clube logo após o empate por 3 a 3 contra a Portuguesa, sábado, que determinou o rebaixamento do Vitória. Contudo, voltou atrás diante da enxurrada de acusações - de racismo, pelo goleiro Felipe, a uma briga com agressões físicas com o ex-dirigente Eduardo Moraes. Mais calmo, decidiu que deveria mesmo sair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.