Presidente do Werder Bremen nega que Diego esteja à venda

'Se alguém quer comprá-lo {Diego] antes tem de me matar', ironizou o alemão Jürgen Born

Efe

18 de março de 2008 | 15h58

O presidente do Werder Bremen, Jürgen Born, desmentiu as notícias de que o meia brasileiro Diego vá deixar a equipe alemã na próxima temporada. Juventus e Real Madrid estariam interessados no jogador.  Veja também: Juventus faz proposta por meia brasileiro Diego "Se alguém quer comprar Diego antes tem de me matar. Não está à venda para nada, tem contrato até 2011 e é nosso jogador mais importante", disse Born. Além disso, o presidente do Werder Bremen afirmou que o Real Madrid ainda não expressou seu interesse pelo jogador. "O Real Madrid não me ligou", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.