Lucas Uebel/Divulgação
Lucas Uebel/Divulgação

Presidente eleito do Grêmio anuncia a saída do veterano Zé Roberto

Romildo Bolzan Júnior confirma que não renovará com o jogador de 40 anos por considerá-lo caro e fora da realidade financeira do clube

Estadão Conteúdo

09 de dezembro de 2014 | 21h33

O presidente eleito do Grêmio, Romildo Bolzan Júnior, que tomará posse nesta quarta-feira como novo mandatário do clube, confirmou nesta terça que não renovará o contrato do veterano Zé Roberto, de 40 anos de idade. O meio-campista, que vinha atuando como lateral sob o comando de Felipão no time gremista, assim está prestes a dar o seu adeus oficial aos torcedores da equipe de Porto Alegre.

Em entrevistas concedidas para vários veículos de imprensa nesta terça, Romildo deixou claro que Zé Roberto é considerado hoje um jogador caro para o Grêmio, e que sua saída estará em linha com o "ajuste orçamentário do plantel" e com a política de "contenção de despesas" que está sendo implementada visando a formação do time de 2015.

Na última segunda-feira, Zé Roberto disse que estava disposto a negociar a renovação de seu contrato com o Grêmio, mas também admitiu que poderia ouvir propostas de outros clubes, assim como negou que esteja se aposentando, até pelo fato de que vem mostrando que ainda reúne ótimas condições físicas para atuar competitivamente.

Zé Roberto estava no Grêmio desde junho de 2012 e o novo presidente gremista agradeceu ao jogador pelos serviços prestados ao clube. O dirigente disse que o veterano "merece todas as homenagens" pelo que fez pelo time, mas enfatizou que "não há possibilidade" de o atleta seguir defendendo as cores gremistas em 2015.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioZé Robertobrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.