Presidente lamenta déficit em despedida do Grêmio

Duda Kroeff admitiu que falhou na administração das contas gremistas em 2009 e 2010

AE, Agência Estado

15 de dezembro de 2010 | 12h10

Duda Kroeff aproveitou o seu último dia como presidente do Grêmio para fazer um balanço da sua gestão, que se encerra oficialmente nesta quarta-feira com a posse de Paulo Odone, eleito para o biênio 2011/2012. O dirigente admitiu que falhou na administração das contas gremistas em 2009 e 2010, quando esteve à frente da equipe.

"Como acontece com todos, também levarei na memória alguns momentos de angústia que são próprias do futebol quando alguns resultados não aparecem. Como aspecto negativo, que é mister mencionar, levo a frustração de não haver conseguido equilibrar as contas do Clube na medida que gostaria de fazer", escreveu, em carta publicada no site oficial do clube.

Kroeff, porém, tentou minimizar o problema ao exaltar a qualidade do atual elenco gremista. "Se é verdade que temos um déficit financeiro a cobrir, também é verdade que deixamos contratado um plantel de alto padrão, com jogadores com presente e/ou futura conveniente valorização de mercado", disse.

Ao listar os seus feitos no futebol, Kroeff lembrou que faturou o título do Campeonato Gaúcho em 2010. Além disso, destacou a classificação da equipe para edição de 2011 da Libertadores, o fato da equipe ter sido semifinalista do torneio continental em 2009 e a permanência no elenco de jogadores como Victor, Douglas, Mário Fernandes, Adilson, Fábio Rochemback e Jonas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolGrêmioDuda Kroeff

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.