Evelson de Freitas/Estadão
Evelson de Freitas/Estadão

Presidente quer urgência na renovação do peruano Guerrero

Roberto de Andrade, que assumiu o Corinthians há uma semana, espera resolver a ampliação com o atacante após o carnaval

Paulo Favero, O Estado de S. Paulo

14 de fevereiro de 2015 | 20h52

Roberto de Andrade, presidente do Corinthians, garantiu que vai fazer de tudo para acertar a renovação de contrato do atacante Paolo Guerrero, que terá seu vínculo encerrado em 15 de julho. "Vamos conversar depois do carnaval, já falamos com ele e vamos sentar para resolver. Não quero que isso se prolongue", admitiu.

Em 2013, Corinthians e jogador conversaram e já tinham acertado tudo, mas não haviam assinado nada. Como Guerrero trocou de empresário, a negociação emperrou e a antiga diretoria não conseguiu se acertar com o jogador, que foi o mais ovacionado pelos torcedores antes de a partida contra o Botafogo começar.

Como o novo presidente assumiu há uma semana, ele avisa que a negociação começará em outros termos. "É uma negociação que sai do zero. Cheguei agora, não sei de nada, e quero ouvir o que ele tem para falar. Vamos resolver o mais rápido possível. Temos toda vontade do mundo que ele permaneça", conclui.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.