Presidente reduz mandato no Atlético-MG

A crise que assola o Atlético Mineiro desde o início do ano, ganhou um novo e importante componente nesta sexta-feira. Desolado pela péssima campanha do time no Campeonato Brasileiro - o time é penúltimo colocado - o presidente Ricardo Guimarães anunciou, em entrevista coletiva, que vai antecipar o próprio mandato. Ele disse que vai deixar o cargo no final do Campeonato Brasileiro, em dezembro deste ano. O mandato de Guimarães só terminaria no final de 2006. Guimarães explicou que só não deixa o cargo agora, em consideração ao diretor Carlos Alberto Silva e ao técnico Marco Aurélio, recentemente contratados. O dirigente informou que pretende ainda hoje comunicar a decisão ao Conselho Deliberativo do clube.O Atlético Mineiro somou apenas 13 pontos no Brasileiro e está na zona do rebaixamento desde o início do campeonato. O time perdeu 12 dos 19 jogos que disputou até aqui e, ao lado do Paysandu, faz a pior campanha entre os 22 times da 1ª Divisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.