Presidente renuncia e põe Lecce à venda

O presidente e proprietário do Lecce, Rico Semeraro, clube da primeira divisão do futebol italiano, anunciou nesta terça-feira sua renúncia e a venda do clube como resposta aos protestos feitos por torcedores. A decisão da família Semeraro é tomada após um violento protesto protagonizado pelos torcedores do Lecce depois da partido de domingo contra o Ascoli (0 a 0).Naquele dia, um grupo de torcedores lançou garrafas e outros objetos contra o veículo do vice-presidente, Pierandrea Semeraro, quando ele saía do estádio. Algo similar aconteceu contra o carro do jogador chileno Jaime Zapata Valdes, que estava estacionado fora do estádio.Os protestos dos fãs contra a família Semeraro já tinham acontecido, mas de forma menos violenta, em dias anteriores ao estimar que a equipe tinha sido pouco reforçada.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.