JF Diório/Estadão
JF Diório/Estadão

Presidente sai em defesa de Love. 'Bola vai começar a entrar'

Roberto de Andrade diz que Tite tem de insistir com o atacante

Raphael Ramos, O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2015 | 07h00

Mesmo em péssima fase, sem marcar há seis jogos e com a torcida cada vez pegando mais no seu pé, Vagner Love continua com o moral elevado dentro do Corinthians. Tite descarta tirar o atacante do time titular agora e até o presidente Roberto de Andrade defende a permanência do jogador na equipe.

"Ele está tendo um momento difícil, não sei o motivo. Sabemos que essa estada dele na China tirou um pouco da movimentação que ele tinha antes, mas o Tite está certo, tem de insistir. Ele é um grande jogador, daqui a pouco a bola vai começar a entrar e o ânimo volta", aposta Andrade.

O Corinthians tentou contratar Jonathan, que marcou 14 gols pelo Elche no último Campeonato Espanhol, para o lugar de Guerrero, mas o atacante acabou acertando com o Real Sociedad. A diretoria também negociou com o colombiano Teo Gutierrez, ex-River Plate, e viu o jogador preferir o Sporting, de Portugal.

Sem opções no mercado interno, o jeito é apostar na recuperação de Love. Para Andrade, não vai demorar para Love acabar com a seca de gols e deslanchar no comando do ataque. "O que a gente ouve é que o futebol na China é muito mais lento e o jogador acaba se adaptando à lentidão de lá. Quando ele vem para o Brasil, não tem mais a mesma rapidez e demora um pouco para se readaptar."

O Corinthians só volta a campo no dia 9 de agosto, quando enfrenta o São Paulo, no Morumbi. O clássico pode ser a última chance de Love entre os titulares. Luciano retornou dos Jogos Pan-Americanos de Toronto após ficar quase um mês com a seleção brasileira sub-22 e entrou bem no segundo tempo da vitória por 3 a 0 sobre Vasco, quarta-feira, aumentando a pressão em cima de Love.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.