Presidente santista é internado 3 dias após receber alta

O presidente do Santos, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, voltou a ser internado nesta segunda-feira no Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Ele ficará em observação para novos exames e por precaução. O dirigente foi internado porque durante uma sessão de fisioterapia respiratória os médicos constataram cansaço em excesso.

AE, Agência Estado

23 de abril de 2013 | 08h09

Na última sexta-feira, o presidente do Santos havia recebido alta depois de passar um mês e meio no Albert Einstein por conta de complicações cardíacas. Desde então, ele estava em sua casa, em São Paulo, dando prosseguimento à recuperação.

No dia 28 de fevereiro ele foi internado para uma biópsia no pulmão. No dia seguinte, passou por um cateterismo cardíaco com desobstrução da artéria coronária. Na ausência de Luis Alvaro, o presidente em exercício do Santos é Odílio Rodrigues. Por meio de nota publicada em seu site oficial, o clube destacou que "segue na torcida pelo restabelecimento da saúde de seu presidente o mais rápido possível".

No comando do Santos desde o início de 2010, o dirigente está no seu segundo mandato presidencial no clube. Durante a sua gestão, o clube da Vila Belmiro faturou três títulos do Campeonato Paulista (2010, 2011 e 2012), uma Copa do Brasil (2010), uma Copa Libertadores (2011) e uma Recopa Sul-Americana (2012). Por causa dos graves problemas de saúde, Luis Alvaro havia pedido licença do cargo, sendo que a mesma se encerraria no final deste mês e foi aprovada pelo conselho deliberativo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCLuis Alvaro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.