Matthis Schrader/AP
Matthis Schrader/AP

Preso na Alemanha, zagueiro Breno é anunciado como jogador do São Paulo

Clube do Morumbi ainda não sabe quando poderá contar com o jogador, que cumpre pena por ter ateado fogo em sua própria casa

Guilherme Dorini, O Estado de S. Paulo

20 Dezembro 2012 | 19h03

SÃO PAULO - Depois de ter apresentado o zagueiro Lúcio, o São Paulo anunciou nesta quinta-feira um novo jogador para o setor. Trata-se de Breno, revelado pelo próprio clube do Morumbi. Ele fechou um acordo de três anos com o time paulista. O inisitado nessa transação é o fato de o atleta estar preso na Alemanha por ter ateado fogo em sua própria residência. De modo que o São Paulo ainda não sabe quando poderá ter Breno em seu elenco.

Nesta quinta-feira, o nome do jogador apareceu publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol), com contrato com o São Paulo até outubro de 2015. Por meio de uma nota oficial no fim da tarde, o clube confirmou o vínculo por três temporadas com o zagueiro e explicou que confia "na justiça alemã para que a situação do atleta tenha a resolução mais adequada possível."

Fonte ouvida pela reportagem do Estado confirmou a negociação antes mesmo do anúncio oficial e disse ainda que o São Paulo tentará um acordo com o justiça da Alemanha para se tornar responsável pelo zagueiro. O clube serviria como uma espécie de tutor de Breno no Brasil, conseguindo, assim, uma liberação mais rápida para a volta do atleta ao seu país de origem.

PRISÃO

Em 2007, os alemães do Bayern de Munique pagaram US$ 18 milhões (R$ 33 milhões na época) para ter o jogador, eleito revelação do Campeonato Brasileiro. Breno nunca conseguiu se firmar como titutar do Bayern e foi emprestado em 2010 para o Nuremberg. Tinha uma carreira promissora. Em setembro de 2011, no entanto, sua vida mudou. E para pior. Neste mês, ele foi considerado culpado por ter ateado fogo em sua própria residência e condenado à pena de 3 anos e 9 meses. Breno está sem contrato desde junho de 2012, quando teve seu vínculo com o Bayern de Munique encerrado. A Justiça Alemã ainda não se manifestou sobre o caso. O jogador permanece preso na Alemanha, mas agora vinculado ao São Paulo novamente.

Confira a íntegra da nota divulgada pelo São Paulo:

O São Paulo Futebol Clube vem por meio desta elucidar ao público o contrato profissional estabelecido com o atleta Breno Vinícius Rodrigues Borges, registrado na Confederação Brasileira de Futebol e divulgado no Boletim Informativo Diário da entidade na última quinta-feira (20).

Reiteradas vezes o São Paulo Futebol Clube demonstrou publicamente sua solidariedade com relação à situação vivida pelo atleta na Alemanha, onde Breno reside há quatro anos, desde que deixou o futebol brasileiro em uma transferência que envolveu grandes cifras.

Respeitando incondicionalmente todos os aspectos que tangem a atual posição do atleta com a justiça alemã, o Clube procurou a forma mais eficaz de oferecer respaldo não somente ao jogador, mas também aos seus familiares.

Por isso, recomendado e referendado por seu departamento jurídico, o São Paulo Futebol Clube firmou com o atleta um vínculo válido por três temporadas visando dar segurança, estabilidade e acima de tudo perspectiva para o jogador.

Historicamente o São Paulo Futebol Clube sempre procurou assistir seus atletas que por algum motivo precisaram de um suporte adicional ao que o clube oferece habitualmente.

O Clube seguirá acompanhando a situação de Breno e reitera sua confiança na justiça alemã para que a situação do atleta tenha a resolução mais adequada possível, esclarecendo que, tão logo o atleta tenha condição de regressar ao país, passará a exercer regularmente suas atividades no clube e terá isso refletido na remuneração inicialmente ajustada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.