Pressão aumentou sobre Manchester City, diz técnico

O técnico Mark Hughes, do Manchester City, time do brasileiro Robinho, afirmou neste sábado que os investimentos de um grupo árabe aumentaram a expectativa e a atenção sobre o time, que esteve na zona de rebaixamento do Campeonato Inglês há duas rodadas."Temos tido dificuldade ultimamente. Obviamente somos uma grande notícia neste ano, por termos novos donos e por não apresentarmos regularidade na competição", declarou o treinador. "Como conseqüência, as expectativas e a atenção sobre nós é maior e não temos conseguido administrar isso".O Manchester City foi comprado em setembro pelo grupo de investidores Abu Dhabi United Group, que pagou US$ 50 milhões (cerca de R$ 118 milhões) ao Real Madrid para ter Robinho no elenco. Para Hughes, a compra pelos árabes foi uma faca de dois gumes, pois aumentou a cobrança sobre o time de Manchester. "Tem muita gente que quer ver o nosso fracasso", desabafou o técnico, que ficou em situação delicada no comando do clube após a derrota para o West Bromwich, no domingo. O tropeço deixou o time na zona de rebaixamento. A recuperação e veio com a goleada por 5 a 1 sobre o Hull City nesta sexta-feira, com dois gols de Robinho. Apesar da vitória, o time está a apenas um ponto da zona da degola do Inglês.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.