WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEUDO
WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEUDO

'Pressão de voltar a vencer está atrapalhando', admite Hudson após empate

Volante do São Paulo lamenta 0 a 0 com o Atlético-PR no Morumbi

O Estado de S.Paulo

20 Outubro 2018 | 22h37

Os jogadores do São Paulo reconheceram, após o empate por 0 a 0 com o Atlético-PR, neste sábado, no Morumbi, pela 30ª rodada do Campeonato Brasileiro, que o time tem decepcionado o torcedor. Com o resultado, a equipe já acumula seis jogos sem vencer. Nas últimas nove partidas, o São Paulo somou apenas uma vitória.

"Sequência difícil para a gente. Perdemos um pouco aquele timing, em que as jogadas encaixavam, e isso tira um pouco a confiança. Temos muito a melhorar. Vamos procurar ter um pouco mais de tranquilidade. A pressão de voltar a vencer está atrapalhando um pouco", admitiu Hudson.

O volante, inclusive, evitou falar em título. A distância para o líder Palmeiras pode aumentar para nove pontos no domingo.  "Não temos de pensar no título, mas em vencer o próximo jogo. Como estávamos pensando em vencer hoje e, infelizmente, não trouxemos a vitória. Título e vaga na Libertadores se decidem só lá para o final, não adianta pensar nisso agora. Temos de buscar o futebol que vínhamos apresentando e voltar a vencer", disse.

Após liderar boa parte da competição, o São Paulo despencou na tabela e, inclusive, está ameaçado de perder vaga direta na Libertadores. A equipe ocupa a quarta posição do Nacional, com 53 pontos. O quinto colocado é o Grêmio, com um ponto a menos.

"Ninguém tem de sair satisfeito, com moral com a torcida. Estamos deixando a desejar. É reagir o quanto antes", disse o goleiro Jean, um dos poucos destaques da equipe contra o Atlético-PR. No fim do jogo, o goleiro fez pelo menos duas boas defesas que evitaram que o time saísse derrotado.

O São Paulo volta a campo na sexta-feira, quando enfrenta o Vitória, às 19h30, no Barradão, em Salvador. A rodada foi antecipada por causa do segundo turno das eleições para governador e presidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.