Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Benítez diz que Real 'não piorou' e quer recuperação

Técnico do Real Madrid, no entanto, está pressionado no cargo

Estadão Conteúdo

24 de novembro de 2015 | 18h58

A goleada por 4 a 0 sofrida diante do Barcelona, no último sábado, deixou um clima de pressão sobre a equipe do Real Madrid e, principalmente, o técnico Rafa Benítez. Nesta terça-feira, o treinador falou sobre o momento madrilenho e pediu uma vitória sobre o Shakhtar Donetsk nesta quarta, na Ucrânia, pela Liga dos Campeões, para recuperar um pouco a confiança.

"A equipe não está pior. Nos doeu ter perdido a partida para o Barcelona, mas temos que ver adiante. Estamos aqui para tentar classificar como primeiro do grupo Devemos pensar nisso. É um rival difícil, com jogadores de qualidade e um treinador com experiência. O que queremos é tentar ganhar e sermos os primeiros", declarou.

Na última segunda-feira, o presidente Florentino Pérez veio a público para manifestar seu apoio a Benítez e negar qualquer tipo de crise de relacionamento no elenco. O treinador agradeceu o apoio e quer buscar o primeiro lugar no Grupo A para tentar apagar a goleada do fim de semana.

"Estamos unidos. Agradeço a direção e o presidente pelo apoio. Falamos dos erros cometidos, começando por mim. Temos muita vontade e desejo de fazer as coisas tão bem como estamos fazendo. Que estas derrotas não mudem a sensação e o crescimento deste grupo. No futebol, não se pode garantir os resultados, mas sim a entrega e o esforço para dar alegria à torcida", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.