Stefan Wermuth/ Reuters
Stefan Wermuth/ Reuters

Em péssima fase, Mourinho se recusa a falar sobre futuro

Treinador tem a garantia do dono do Chelsea de que vai continuar

Estadão Conteúdo

30 de outubro de 2015 | 17h45

Em meio ao péssimo momento do Chelsea neste início de temporada, o futuro do técnico José Mourinho no clube é incerto. A cada resultado negativo, a imprensa inglesa dá conta de que uma possível demissão está cada vez mais próxima. O treinador, no entanto, prefere despistar.

Nesta sexta-feira, ele concedeu entrevista coletiva para falar sobre o duelo de sábado diante do Liverpool, em Stamford Bridge, pelo Campeonato Inglês. Como não poderia ser diferente, o principal assunto foi seu futuro no clube, mas o treinador se disse "nem otimista, nem pessimista" sobre o assunto.

De acordo com parte dos veículos de imprensa da Inglaterra, Mourinho teria recebido do dono do Chelsea, Roman Abramovich, a garantia de que não será demitido, independentemente dos próximos resultados. Sobre o assunto, o português mais uma vez despistou: "Não tenho que te falar sobre isso".

Mas Mourinho também falou sobre o confronto diante do Liverpool, em seu primeiro duelo inglês contra Jürgen Klopp. O treinador alemão assumiu o time de Anfield Road há pouco tempo e tem sido o principal assunto do futebol no país. Apesar da conhecida "marra", o português não poupou elogios ao rival.

"Sobre Jürgen, só posso dizer que não sou um amigo próximo, porque o futebol normalmente não permite isso, mas que é um cara que eu gosto muito. Temos uma boa relação, e como técnico seu trabalho fala bastante. E apesar da última temporada (com o Borussia Dortmund) para ser esquecida, o considero um dos principais técnicos da Europa", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.