J. F. Diório/Estadão
J. F. Diório/Estadão

Pressionado, Oswaldo faz reunião com jogadores do Palmeiras

Treinador conversa com os jogadores nos vestiários do CT

DANIEL BATISTA, O Estado de S.Paulo

28 de maio de 2015 | 17h25

O elenco do Palmeiras se reapresentou na tarde desta quinta-feira, após o empate sem gols com o ASA, no Allianz Parque, pela Copa do Brasil, e o clima era de muita tensão e expectativa sobre a permanência d Oswaldo de Oliveira. O treinador, inclusive, chegou a convocar uma reunião com os jogadores no vestiário para tentar melhorar a situação através de uma nova conversa.

Alguns atletas até já estavam no gramado quando foram chamados para a reunião, que teve uma parte com a presença do diretor de futebol, Alexandre Mattos, e o gerente de futebol, Cícero de Souza. Após cerca de 30 minutos, os atletas começaram a voltar ao campo, enquanto o treinador foi para a academia e 15 minutos depois também foi para o gramado.

A diretoria resolveu manter o treinador no comando da equipe, mas ele ainda corre riscos. O resultado contra o ASA deixou os dirigentes bastante irritados, mas decidiram que ainda não é hora de mudanças. O fato é que mesmo se o time vencer o Corinthians no domingo, no Itaquerão, ainda não é certo que Oswaldo continue. Algo que pode fazer a diferença é a possibilidade de Marcelo Oliveira deixar o Cruzeiro. O treinador é amigo de Mattos, com quem trabalhou no Cruzeiro e foi bicampeão brasileiro.

Em relação ao treino desta quinta-feira, os jogadores reservas fizeram um treino tático monitorados pelo auxiliar técnico Alberto Valentim, enquanto Oswaldo ficou acompanhando a atividade ao lado do outro auxiliar, Luiz Alberto.

Após o clássico, o time alviverde tem uma sequência complicada. Encara o Internacional (casa), Figueirense (fora), Fluminense (casa), Grêmio (fora) e São Paulo (casa). O objetivo da comissão técnica e da diretoria palmeirense era somar nove pontos nas primeiras três rodadas, mas o time tem apenas dois.

Em relação ao time para domingo, Oswaldo deve começar a definir quem joga no treino de sexta-feira pela manhã. Robinho, com dores na coxa direita, dificilmente terá condição de jogo. Victor Ramos, com uma fascite plantar, e suspenso pela expulsão contra o Goiás, está fora. Já Rafael Marques, recuperado de gripe, pode jogar.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.