Pressionado, Atlético-PR recebe Paysandu

O Atlético Paranaense enfrenta neste sábado, às 16 horas, na Arena da Baixada, além do Paysandu, que vem embalado pela vitória por 3 a 0 sobre o Cruzeiro, a descrença de sua torcida, que começa a colocar em dúvida a possibilidade de o time lutar pelo título deste ano e até uma classificação que o habilite a disputar a Libertadores da América. A derrota na quarta, para o Guarani, por 1 a 0, acendeu inclusive a fúria do presidente Mário Celso Petraglia contra o time. ?Com exceção do nosso goleiro, não vi ninguém jogar futebol." Um resultado negativo em casa, onde o time vem tendo bom aproveitamento, pode desencadear mudanças, embora ninguém admita alterações. ?No Atlético, a crise passa longe", afirmou o volante Luciano Santos. Mas os jogadores tiveram que ouvir as cobranças rigorosas do técnico Vadão. ?Jogar mal não significa ser apático. Precisamos de uma postura, uma atitude em relação ao que está acontecendo." Para o jogo deste sábado, ele não terá os atacantes titulares. Dagoberto está na seleção sub-20 e Ilan, suspenso. Ricardinho, Anderson e Lê disputam as vagas. No meio-de-campo, Nélio pode substituir Rodriguinho.

Agencia Estado,

25 de julho de 2003 | 17h18

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.