Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Alexandre Vidal / Flamengo
Alexandre Vidal / Flamengo

Pressionado, Flamengo precisa reencontrar as vitórias em visita ao Goiás

Atletas vêm sendo cobrados pela apatia em campo e o trabalho do técnico Rogério Ceni tem sido bastante questionado

Redação, Estadão Conteúdo

18 de janeiro de 2021 | 07h50

Há tempos que o Flamengo não chegava sob tanta pressão para uma partida do Brasileirão. São três jogos sem vencer, os atletas vêm sendo cobrados pela apatia em campo e o trabalho do técnico Rogério Ceni tem sido bastante questionado. Às 20 horas, em visita ao Goiás, no estádio da Serrinha, os cariocas necessitam urgentemente reencontrar o caminho dos triunfos para voltar a falar em título.

O clube se fechou para apagar a má impressão na temporada - eliminação na Libertadores e Copa do Brasil - e passou a focar única e exclusivamente na conquista do bicampeonato nacional. Até a visita ao Fortaleza, em partida válida pela 27.ª rodada, tudo vinha bem. A equipe carioca havia garantido três vitórias seguidas e parecia que iria ameaçar o líder São Paulo. Mas em uma partida de pouca inspiração ofensiva, o time não saiu do 0 a 0.

Em seguida vieram as derrotas para Fluminense e Ceará e a paz acabou de vez. Torcedores xingaram jogadores e picharam os muros da Gávea. A cabeça de Ceni foi pedida, mas a direção bancou a permanência. "Prestigiado", o treinador sabe que precisa de uma resposta imediata. Apesar de estar na zona de rebaixamento, o rendimento do Goiás cresceu nas últimas rodadas e, no primeiro turno, deu enorme trabalho aos cariocas, que só venceram com gol nos acréscimos.

Ceni tem dúvidas sobre qual equipe mandará a campo. Gerson está suspenso e Diego pode ser escolhido para a posição, em uma escalação mais ofensiva. O meia ajudaria na armação e faria um revezamento na contenção com Éverton Ribeiro.

A grande questão, porém, está no ataque. No último jogo, Gabriel Barbosa foi reserva e não escondeu o incômodo. Pedro ganhou chance e deixou a desejar. A dúvida sobre quem será o centroavante em Goiânia deve persistir até momentos antes de a bola rolar. Como ambos ainda não iniciaram juntos no Brasileirão, é pouco provável que o técnico invista nessa formação.

Diego Alves segue em recuperação de uma lesão muscular e César deve iniciar mais uma partida. Na defesa, Gustavo Henrique foi outro a decepcionar e pode abrir espaço para o retorno de Natan ao time. O Flamengo sabe que não existe mais espaço para vacilos e promete uma resposta às críticas. O resultado em campo nesta segunda-feira dirá pelo que os cariocas brigarão nesta reta final de Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.