Pressionado, Marília pega Rio Branco

A reação que tirou o time da zona do rebaixamento e o levou aos primeiros lugares do Campeonato Paulista já é passado no Marília. Depois de seguidos maus resultados, a pressão voltou e a vitória na partida desta terça-feira, às 20h30, no Estádio Bento de Abreu, contra o Rio Branco, é uma exigência da diretoria.O presidente Luiz Antônio Duarte Ferreira já avisou que jogadores poderão ser dispensados se for constatado falta de empenho. De sexto colocado, lugar que alcançara após a reação de cinco vitórias consecutivas, o time estacionou nos 21 pontos e já caiu para a 10.ª posição na classificação. O Rio Branco, que também necessita da vitória para se distanciar da zona do rebaixamento, é o 16.º colocado, com 14 pontos.Além de jogar sob pressão, o Marília ainda tem problemas quanto ao time. O atacante Frontini está com o nariz fraturado e dificilmente volta a jogar neste campeonato. Welington Amorim, machucado, também desfalca o time, além de Bruno Soares, que recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Diego e Juninho Cearense devem formar o ataque. No meio campo, Peter deve ganhar nova chance.No Rio Branco, apesar de muito criticado após a derrota em casa para o Guarani por 2 a 1, o técnico Zé Teodoro não pretende fazer mudanças. Os atacantes Gil e Paulinho Macaíba, cotados para entrar no time devido aos problemas com o ataque, só devem mesmo ter chance no segundo tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.