Ivan Storti|Santos FC|Divulgação
Ivan Storti|Santos FC|Divulgação

Pressionado, Santos aposta em Bruno Henrique e Ricardo Oliveira para reagir

Na terceira posição do Grupo D, time santista recebe Botafogo na Vila

O Estado de S. Paulo

25 Fevereiro 2017 | 07h00

Principal contratação do Santos para a temporada 2017, o atacante Bruno Henrique faz neste sábado sua estreia como titular na equipe de Dorival Júnior. Em crise com a torcida, há três jogos sem vitória e na terceira posição do Grupo D do Campeonato Paulista, a equipe recebe o Botafogo de Ribeirão Preto, às 17 horas, na Vila Belmiro, pela sexta rodada, apostando no seu reforço e na volta do centroavante Ricardo Oliveira. 

Até agora, Bruno Henrique já entrou em quatro partidas da equipe, mas sempre no segundo tempo. O Santos acertou sua contratação em janeiro, e pagou R$ 14 milhões para comprá-lo junto ao Wolfsburg, da Alemanha, e confia que ele ajudará a aumentar a produção ofensiva de um time que não foi às redes nas duas últimas rodadas do Paulistão.

Com a escalação de Bruno Henrique no setor ofensivo, Vitor Bueno será recuado pelo técnico Dorival Júnior, sendo o responsável por organizar as jogadas - Lucas Lima e Léo Cittadini, contundidos, estão fora da partida. E o setor ofensivo do Santos será completado por Copete e Ricardo Oliveira. 

Após perder boa parte da pré-temporada por causa de uma caxumba, Ricardo Oliveira fez sua estreia em 2017 diante da Ferroviária e foi poupado no duelo da última terça-feira com o Ituano para recuperar o condicionamento físico. Nesta sexta-feira, saiu em defesa dos seus companheiros, reclamando do comportamento da torcida, que vem protestando contra o desempenho do time. 

"Vejo um time em construção, formação, que joga junto há dois anos, mas que neste ano vai apenas cinco jogos, com duas vitórias, duas derrotas e um empate. Essa é a avaliação que faço. Estamos crescendo, evoluindo. É bom encontrar dificuldades, pois ninguém ganha só com camisa. Não pensamos que a qualquer hora as coisas vão sair. Vão sair pelo nosso trabalho, todos os dias. Existe qualidade no elenco e, da mesma forma que não vislumbramos quando todos nos elogiam, não vamos desacreditar nos momentos ruins", afirmou. 

Diante do Botafogo, novamente com muitos problemas, Dorival deverá escalar mais uma vez o volante Yuri improvisado na zaga - Lucas Veríssimo e Cléber, livre após cumprir suspensão pelo cartão vermelho recebido contra a Ferroviária, disputam a outra vaga. 

No Botafogo, o técnico Moacir Júnior passou a semana cercando de mistério os treinos e escondendo a escalação para o jogo. Apesar de tantos segredos, o time deve ser o mesmo que venceu o Audax, por 3 a 1, na última quarta-feira, no estádio Santa Cruz. Com sete pontos, em terceiro lugar no Grupo A, o Botafogo mira uma vaga na segunda fase - o Santos tem a mesma campanha. 

"Nunca é fácil enfrentar o Santos dentro da Vila Belmiro. É um time que sabe usar bem o fator casa. Temos que estar preparados para todas as adversidades. Precisamos pontuar para seguir na briga pela classificação e, por isso, vamos entrar para vencer", disse o treinador. 

A principal dúvida do Botafogo envolve o retorno do zagueiro Gualberto. Ele foi liberado pelo departamento médico e passou a brigar por vaga com Caio Ruan. Por outro lado, Moacir Júnior não poderá contar com o atacante Marcão em fase final de recuperação, além do volante Matheus Mancini, que, com uma luxação do ombro, sequer viajou para a Baixada Santista. 

FICHA TÉCNICA: 

SANTOS x BOTAFOGO-SP 

SANTOS - Vladimir; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, Yuri e Zeca; Leandro Donizete, Thiago Maia e Vitor Bueno; Bruno Henrique, Copete e Ricardo Oliveira. Técnico: Dorival Júnior. 

BOTAFOGO-SP - Neneca; Samuel Santos, Caio Ruan, Filipe e Fernandinho; Bileu, Marcão Silva, Diego Pituca e Rafael Bastos, Wesley e Francis. Técnico: Moacir Júnior. 

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza. 

HORÁRIO - 17 horas. 

LOCAL - Vila Belmiro, em Santos. 

Mais conteúdo sobre:
Santos FC Futebol Campeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.