Pressionado, Souza evita a imprensa

Véspera de clássico parece não ser algo muito agradável para o meia são-paulino Souza. Mesmo num momento em que é elogiado pela regularidade e qualidade de seu futebol, ele rechaçou nesta terça-feira qualquer contato com a imprensa e torcedores, já que irá enfrentar o Palmeiras amanhã, no Morumbi. Munido da desculpa de que precisaria realizar um trabalho específico de condicionamento, Souza saiu do treino na manhã desta terça-feira, no Centro de Treinamento da Barra Funda, sem dar declarações sobre a partida. Talvez uma das explicações para esse comportamento seja a síndrome de ?dorminhoco? com a qual convive desde que passou a defender grande equipes. Souza, assim como o meia Alex, do Palmeiras, se notabilizou pela habilidade com a bola e a irregularidade na performance. E exatamente no momento em que parece estar superando a oscilação do rendimento ? sua boa fase começou no Campeonato Brasileiro de 2001, ainda no Atlético-PR ?, dá sinais de que outra pode começar: desta vez a de temperamento.

Agencia Estado,

19 Março 2002 | 19h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.