Vinnicius Silva / Cruzeiro
Vinnicius Silva / Cruzeiro

Prestes a completar 150 jogos pelo Cruzeiro, Dedé comemora marca 'muito especial'

Zagueiro deve ser um dos titulares para readquirir ritmo de jogo antes de partida na Libertadores

Redação, Estadão Conteúdo

09 de março de 2019 | 16h26

O Cruzeiro enfrenta o Tombense neste domingo, no Mineirão, às 16 horas, pela nona rodada do Campeonato Mineiro. O encontro pode marcar a 150ª partida do zagueiro Dedé pelo time azul. Segundo o jogador, a marca é "importante, gratificante e muito especial".

Após o treino da manhã deste sábado, Dedé comentou a possibilidade de estar em campo: "Isso vai se tornar histórico para mim, heroico também e motivo de muita comemoração. Se Deus quiser, nesse jogo em que eu completar 150 jogos, eu possa fazer uma excelente partida e quem sabe marcar um gol".

O zagueiro de 30 anos estreou pelo Cruzeiro em 2013, na vitória de 4 a 0 sobre o Resende, pela segunda fase da Copa do Brasil daquele ano. Desde então, Dedé passou por uma série de lesões e cirurgias, mas pôde conquistar importantes títulos com a camisa cruzeirense: dois Campeonatos Brasileiros (2013 e 2014), duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois Campeonatos Mineiros (2014 e 2018).

Suspenso na vitória fora de casa por 1 a 0 sobre o Huracán (ARG), pela Copa Libertadores, o camisa 26 se diz preparado para a próximas partidas do Cruzeiro: "Fiquei 15 dias sem jogos e pude trabalhar bastante: academia, campo, tudo. Estou me sentindo bem e preparado para continuar nessa sequência de jogos. Teremos o Tombense e, quarta-feira, se Deus quiser, a minha estreia na Libertadores, sendo muito positiva, do jeito que o Cruzeiro estreou, com pé direito e vitória".

Na partida diante do Tombense, o técnico Mano Menezes deve preservar alguns titulares, em virtude da maratona de jogos. Como não atua desde o dia 24 de fevereiro, Dedé deve ser a atração da equipe cruzeirense. A ideia é que o zagueiro adquira ritmo para chegar em melhores condições no confronto contra o Deportivo Lara (VEN), na próxima quarta, às 19h15, no Mineirão, pela Copa Libertadores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.