Werther Santana/Estadão Conteúdo
Werther Santana/Estadão Conteúdo

Prestes a fazer 100º jogo, Renato Augusto lamenta crise financeira

Meia fica triste com a saída de vários titulares do Corinthians

RAPHAEL RAMOS, O Estado de S. Paulo

18 de junho de 2015 | 20h17

Prestes a completar 100 jogos pelo Corinthians, Renato Augusto lamentou nesta quinta-feira a atual situação do Corinthians, com a saída de vários titulares e em crise financeira. O meia atingirá a marca centenária com a camisa do time alvinegro no sábado, contra o Santos, na Vila Belmiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

"A gente sabe da dificuldade financeira do clube, precisa reduzir gastos, fazer caixa, é inevitável esse desmanche. Cabe a quem está aqui ter paciência. Vai ser um momento complicado, podemos fazer uma grande partida, mas depois uma partida horrível", disse Renato Augusto.

Para o meia, a saída de tantos jogadores em um curto espaço de tempo pode, inclusive, tirar o Corinthians da briga pelo título. Depois de Guerrero e Emerson, que foram para o Flamengo, o próximo a sair é Fábio Santos, a caminho do Cruz Azul, do México. O volante Petros, com proposta do Betis, também pode selar a sua transferência.

"É ruim, porque a qualquer momento pode chegar proposta para outro. Claro que isso preocupa. Por mais que traga jogador para essa função, jogador que está aqui está habituado. Preocupa. Principalmente aqui tem de estar em alto nível, brigando por título, fica ainda mais difícil", lamentou o Renato Augusto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthiansRenato Augusto

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.