Pretendido pelo Atlético-MG, volante Adílson rescinde com clube russo

Revelado pelo Grêmio, jogador não atua mais pelo Terek Grozny

Estadão Conteúdo

28 Fevereiro 2017 | 15h54

O Atlético-MG pode se aproximar nos próximos dias de mais um reforço para a temporada. Pretendido pelo clube brasileiro, o volante Adílson acertou nesta terça-feira a rescisão contratual com o Terek Grozny, da Rússia, e ficou livre para negociar diretamente com o time mineiro.

"Foram cinco anos aqui. Conheci muitas pessoas, amigos, irmãos. Estou feliz por tudo isso que fizeram por mim, o presidente, o treinador. Obrigado por tudo", declarou o jogador em entrevista ao site oficial do Terek Grozny.

Adílson era pretendido pelo Atlético-MG desde o fim do ano passado, quando o clube buscava nomes para suprir as saídas de Leandro Donizete e Junior Urso. Na época, no entanto, o jogador não conseguiu a liberação na Rússia. Desde então, o time mineiro acertou com Elias e Roger Bernardo, que chegará no meio do ano.

De acordo com o comunicado divulgado pelo Terek Grozny, Adílson pediu para ficar mais próximo de sua família no Brasil, uma vez que seu pai sofre com um problema de saúde. O clube russo exaltou a história do jogador no país e explicou que a rescisão aconteceu por acordo mútuo.

Revelado pelo Grêmio, Adílson teve bons momentos entre 2009 e 2011 com a camisa tricolor. Ele chamou a atenção do futebol russo e foi negociado com o Terek Grozny naquele ano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.