Preto muda nome para jogar no Santos

O volante Preto, contratado junto ao Bahia, ainda não sabe como será tratado na Vila Belmiro. Afinal, o Santos já conta com outro jogador com o mesmo apelido, o zagueiro Preto. "Está difícil achar um nome ideal", admitiu o jogador nesta terça-feira, no seu segundo dia de trabalho com o novo grupo. "Acho que o Preto deveria continuar porque há muitos anos uso esse apelido e algum complemento terá de ser usado."Uma idéia levantada foi o nome Preto Baiano, mas o jogador descartou. "Não sou baiano e aí teria de ser Preto Cascavel, pois sou de Cascavel (Paraná)", explicou. O que ele quer mesmo é usar seu sobrenome: Casagrande. "Poderia ser o ideal, mas é a comissão técnica que vai decidir isso. Não vou exigir ser chamado de um ou outro nome." Mas Preto está mais preocupado é em fazer sucesso no Santos. Ele confia em sua versatilidade como jogador de meio-de-campo para conseguir um lugar na equipe titular. "Comecei minha carreira no Vitória como segundo homem de meio-de-campo, mas no Bahia, com Evaristo de Macedo, fui colocado um pouco mais à frente. Não tenho preferência. Prefiro é jogar", avisou. ?Vou tentar me adaptar de qualquer maneira e é o Leão que vai decidir isso."

Agencia Estado,

06 de janeiro de 2004 | 16h59

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.